Buscar
  • Déborah Gutierres

a ideia é que suas roupas te sirvam, e não que você sirva na roupa

Um dos pontos importantes pós isolamento social no assunto moda foi o conforto das roupas que vestimos e um ponto agravante foi que a maioria de nós não serve mais nas roupas que temos. Mas será que esta é a maneira correta de abordar esse assunto? O legal da moda é exatamente de ser uma ferramenta para nos comunicar, nos expressar, de ser divertido para nós mesmos. A ideia, então é que nossas roupas nos sirvam, e não que nós servimos na roupa.


A pandemia mudou muita coisa no nosso dia a dia e o fato de que as nossas roupas não nos servem mais na hora que precisamos sair de casa não ajuda muito. Nesta hora acho que vale a pena uma grande revisão do seu acervo e da sua rotina.


Separar realmente o que você precisa para se sentir confortável na hora de sair de casa e ter no armário somente o que te serve ajuda muito para não gerar frustração desnecessária. É muito importante provar as roupas que estão disponíveis e analisar uma a uma, às vezes tem roupa que não serve como está, mas rola soltar uma costurinha ou um ajuste que foi feito anteriormente (eu mesma tenho pence em quase todas as minhas calças, pós isolamento social, fui soltando de uma em uma hahaha).


As peças que não te servem (e logo não precisam estar no seu armário), podem ser tiradas do guarda roupa temporariamente e serem guardadas em uma mala, por exemplo. Vale anotar um prazo para esta mala ser reaberta, como 3 meses, 6 meses ou até um ano, por exemplo, dependendo da sua necessidade e percepção. O que não vale é ficar se pressionando, ansiosa para abrir a mala logo e fazer loucurinhas pensando na roupa que está lá. O processo deve ser feito sem pressa e sem pressão. É a roupa que tem que te servir, lembra?


Para as roupas restantes, vale procurar referências de looks, quanto mais ideias você tiver, melhor. O Pinterest é uma ótima ferramenta pra isso (aliás, você já me segue por lá? @deborahgutierres_ ). Existe também o conceito de armário-cápsula que vale dar uma pesquisada sobre, já que você tem seu armário reduzido neste momento.


Por fim, vale dizer que pode acontecer de na hora que você abrir a mala, aquele não seja mais seu tamanho mesmo, e tudo bem! Pode ser que você mudou, seu corpo mudou e se for este o caso, suas roupas vão mudar junto com você, como deve ser.


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Hoje é a minha primeira segunda-feira no meu emprego novo, na minha carreira nova. Agora sou consultora de estilo em tempo integral e o que quero dividir aqui é um pouco do que me trouxe até aqui. Par